Em jogo:

gamers

Incorporais Ludonarrativas: jogos narrativos como proposta poética e didática

Oficinas Ludopoéticas: para projetar objetos, processos e inquietações

Imagens-link: são a expressão visual dos elementos de uma narrativa que atuam, potencialmente, como “janelas” ou “links” de informação para o leitor/jogador sobre esses elementos. A partir destes links serão construídas seus próprios textos visuais e verbais, e, conseqüentemente, suas próprias narrativas, vivenciando a coautoria.

Hiperlivros: são livros expandidos nos quais se pode registrar notas, inserir material e alterar a ordem das páginas, uma vez que o conteúdo é arranjado em blocos, diagramados com espaços vazios. Estes hiperlivros são impressos em gráficas rápidas sob demanda e complementados online.

Hiperobjetos: são objetos hipertextuais – objetos expandidos – no qual os clichês são as imagens-link, as entradas previsíveis para um labirinto de imprevisibilidades, apontando além, espalhando a obra por diferentes e indefiníveis espaços.

Hiperambientes: espaços físicos quaisquer transformados em ambiente relacional poético e didático por meio de uma instalação hipertextual, imersiva, portátil e itinerante constituída de uma assemblage/collage inicial de hiperobjetos onde ocorrem as vivências de Ludonarrativas e de Projeto Poético cujos resultados o alteram.


PROJETO = MÉTODO + DIDÁTICA | CURRÍCULO