Caldeirão

A cidade, no sopé das montanhas que fazem fronteira com Snifelheim, tinha sido tomada de Orana pelo Império cerca de vinte anos antes da guerra. Inesperadamente, a ocupação imperial beneficiou a cidade porque o Império alocou tropas lá que protegeram os habitantes dos constantes ataques por bandoleiros. Por esse motivo, após o conflito, os habitantes de Caldeirão optaram por fazer parte do Principado de Tarini em vez de retornar para o Reino de Orana. Esta cidade é famosa por uma série de itens mágicos dedicados à Deusa Rainha, artefatos que controlam águas subterrâneas, tornando a vida urbana possível nessa região semi-árida. Também nesses sertões existem boatos de que os bandos de nativos e mestiços foram unificados sob o comando da bandoleira orcana Jurema e estão espalhando terror. Até agora o bando de Jurema tem se concentrado em atacar os nobres imperiais que fugiram para a região dos nativos.